quarta-feira, 24 de novembro de 2021

Seminário CF 2022 Regional Norte1: Fraternidade e Educação


Representantes das Dioceses e Prelazias que formam o Regional Norte1 da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB) se reuniram na Maromba de Manaus, os dias 22 e 23 de novembro de 2021 para participar do Seminário da Campanha da Fraternidade 2022, que tem como tema “Fraternidade e Educação”.

Depois de um momento de oração, foi apresentada a metodologia do Texto Base: Escutar, Discernir e Agir. O secretário do Regional, Diácono Francisco Lima, explanou o Escutar. Na parte da apresentação nos diz: "educar é um ato eminentemente humano. Somos renovados aprendemos mais a respeito da vida e seu sentido, quando nos ensinam novos conhecimentos e quando, percebemos que em nós existe a profunda sede de aprender e ensinar".

O Objetivo Geral da CF 2022 é: “Promover diálogos a partir da realidade educativa do Brasil, à luz da fé cristã, propondo caminhos em favor do humanismo integral e solidário”, sendo apresentados os sete objetivos específicos da Campanha. 



O escutar contou com a presença da professora Ivania Maria, da Ufam, que questionou sobre as palavras eixo que falam da Amazônia, e o tipo de alianças que cada um pode construir com as outras áreas. Falando das experiências nas Amazônia disse: "A Amazônia é este lugar como laboratório de querer aprender e ensinar, em todos os campos do conhecimento".

A professora Lúcia Cortez, contou a sua experiência com a Educação com Migrantes na escola Valdir Garcia. Foi uma manhã de muitos aprendizados, houve agradecimentos, contribuições dos participantes. Finalizando, professora Ivania, disse que temos hoje, uma educação que está formatada para o mercado. Chama-se de gestor, uma linguagem capitalista.  Uma educação que dar lucro, uma realidade presente nas escolas particulares.

O Discernir contou com os aportes da Ir. Rose Bertoldo. Ela iniciou afirmando que todos somos educadores e educadoras. Na dimensão do Discernir, dispor no coração para discernir coletivamente. Que envolve o olhar, escutar, mas sobre tudo, envolve o ser e estar em uma realidade concreta, a luz da fé e da escuta da Palavra de Deus. 


Esse caminho que a CF propõe:  Escutar, Discernir e Agir, nos remete a pensar. Que realidade vejo, onde piso? A partir do texto de João 8, 1-11, foi refletido sobre o escutar: Jesus escuta as acusações contra a mulher, se aproxima. Discerne- silencia, se encurva, escreve no chão e tece um diálogo, com os fariseus e a mulher. Age movido pela misericórdia e perdão como caminho de mudança de vida.

Uma educação integral, inclusiva que respeite a vida dos povos em seus territóriosForam colocadas algumas questões como a educação e hábitos ecológicos, que passa pela dimensão do cuidado com a vida. A vida em família como processo educativo, o processo educativo faz parte integrante das relações familiares. Na família aprendemos a viver e conviver. Educar na fé, o que fazer para transmitir a mensagem evangélica às novas gerações? Como tomar a mensagem de Jesus atraente para o homem e a mulher de hoje?

Educar para o diálogo, para o belo, o bom e o verdadeiro. Educar é também ajudar as consciências a abrirem-se para a beleza do conjunto dos seres do universo, em sua multifacetada variedade e contínua interrelação. O ser humano não é uma ilha, mas encontra a sua verdade, bondade e beleza na justa relação com a natureza, com os outros seres humanos e com a Fonte criadora de todas as coisas.

 


Ir. Carla Porfirio

 

Nenhum comentário:

Postar um comentário